29 03 17

Gerar felicidade não é uma responsabilidade da empresa, pois é algo individual e ninguém pode ser responsável pela felicidade alheia. Saiba como lidar com colaboradores eternamente desmotivados.

O R.H. em muitas empresas trabalha arduamente no desenvolvimento de programas e projetos que buscam motivar seus colaboradores sem muito sucesso. O engajamento não acontece como se espera e os colaboradores que veem o trabalho como negativo estão sempre espalhando esse pessimismo, reclamando de tudo que a organização faz ou deixa de fazer.

Diante desta situação, fica cada vez mais difícil motivar os colaboradores. Mas, de fato, o que está acontecendo com os colaboradores destas empresas?

Membros da sociedade americana de recursos humanos (em inglês, a sigla SHRM) mapeiam há dez anos o quão contentes as pessoas estão com seu emprego atual. A conclusão é que, nos últimos quatro anos, os níveis de satisfação têm caído cada vez mais.

Os consultores da Towers Watson descobriram que na média atual 65% das pessoas se consideram desconectadas da organização, não acreditam que tenham suporte para realizar suas tarefas ou não se sentem bem física ou emocionalmente na empresa.

Entretanto, gerar felicidade não é uma responsabilidade da empresa, pois é algo individual e ninguém pode ser responsável pela felicidade alheia. Nem mesmo os ótimos programas da área recursos humanos conseguirão isto de maneira constante se o desejo de realização não partir do colaborador.

Até é possível picos de felicidade corporativa, mas elas tendem a diminuir se os colaboradores não entenderem seu real proposito de trabalhar e se sentirem equilibrados em suas funções.

É preciso desmistificar que o R.H. tem esta poção mágica. Essa seria uma responsabilidade incoerente para a área de gestão de pessoas, visto que a felicidade como um todo é algo muito complexo, com âncoras que tem variantes nos valores familiares, sonhos, conquistas e aquisições.

O R.H. pode, sim, criar e elaborar programas onde cada colaborador perceba o significado do que ele faz dentro da organização e qual o reflexo deste seu trabalho em uma comunidade. Conseguir visualizar um objetivo de vida atrelado ao trabalho de cada pessoa, ou seja, um proposito maior, faz com que o colaborador veja que existe um sentimento de satisfação, um orgulho por parte do quadro funcional em relação à empresa e isto se torna uma sutil forma de motivação.

Compartilhe...

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado

14 + 7 =

Veja também

Últimas novidades

18 07 22
EMPRESAS PLANAS E FLUÍDAS NA SUA ESTRUTURA ORGANIZACIONAL

Nos últimos anos com o crescimento das startups, e principalmente de empresas de tecnologia e outras, novos desafios nas configurações destas organizações foi a tônica de nossos trabalhos na ár...

1210 VISUALIZAÇÕES
0 COMENTÁRIO
15 07 22
RH ESTRATÉGICO E RESULTADOS DE VALOR

RH estratégico é um modelo de gestão de Recursos Humanos em que os profissionais são parte estratégica da empresa. O RH estratégico tem como principal missão de otimizar processos e deci...

1375 VISUALIZAÇÕES
0 COMENTÁRIO
24 07 19
RH 4.0 nova tecnologia na busca por talentos

Mesmo entre os temas mais abordados em postagens e grupos do LinkedIn, muitos profissionais ainda se perguntam o que é e como funciona essa nova nomenclatura de Recursos Humanos. O termo surgiu com o...

1351 VISUALIZAÇÕES
0 COMENTÁRIO
31 05 19
Por que investir em um Plano de Cargos, Carreiras e Salários?

Assim como as organizações passaram a exigir novas habilidades e competências dos funcionários, os profissionais também se tornaram mais criteriosos em relação as empresas. Muito além de boas ...

2704 VISUALIZAÇÕES
0 COMENTÁRIO
11 05 18
As possibilidades de remuneração Estratégica

Em tempos “bicudos” como agora, normalmente as organizações são mais conservadoras com as políticas de remuneração, principalmente pela lentidão econômica que estamos atravessando nos últ...

1992 VISUALIZAÇÕES
0 COMENTÁRIO
02 03 18
Do RH Operacional para o RH Estratégico

Atualmente, o termo “RH Estratégico” vem sendo adotado por inúmeras organizações visando ter o seu time mais alinhado ao negócio, já que como sabemos a gestão de recursos humanos é fator c...

2509 VISUALIZAÇÕES
0 COMENTÁRIO
02 10 17
As principais causas e soluções para o absenteísmo nas empresas

Dentre os diversos índices acompanhados pela área de gestão de pessoas, o absenteísmo se destaca como um dos mais críticos. Tal indicador expressa o número de ausências de colaboradores no ambi...

2225 VISUALIZAÇÕES
0 COMENTÁRIO
28 09 17
Workaholic: um mal não necessário

Sandra acorda as 6h00, toma um mero café enquanto passa a agenda e olha os e-mails que não conseguiu responder no dia anterior. Ela sai para o trabalho quase sempre atrasada enquanto seu marido e......

1570 VISUALIZAÇÕES
0 COMENTÁRIO
26 09 17
Cultura Organizacional – Não sinta-se em casa

É comum, principalmente quando se fala em primeiro emprego, que o colaborador ganhe certo apego ao local de trabalho se ele está confortável e acolhido naquele espaço. Ao se adaptar bem à cultura...

698 VISUALIZAÇÕES
0 COMENTÁRIO
19 05 17
Como administrar conflitos de forma produtiva nas empresas e na vida

Podemos dizer que percepção é a maneira como nós vemos, julgamos, conceituamos, qualificamos tanto a nós mesmos- percepção pessoal – quanto a outras pessoas – percepção interpessoal. Nós...

1543 VISUALIZAÇÕES
0 COMENTÁRIO
Voltar ao topo
Fale Conosco
Este site usa cookies para análises, personalização e publicidade.
Reveja a nossa política de cookies para saber mais. Ao continuar a navegar, concorda com a nossa utilização de cookies.